Curiosidades

7 Diferenças Entre Cristais e Pedras Preciosas (2024)

Enquanto os cristais são criados pela força da natureza e por causas geológicas, as pedras preciosas requerem trabalho humano para serem finalizadas.

Ambos possuem propriedades e vibrações muito fortes. No entanto, somos geralmente atraídos por um ou outro porque eles afetam nossa aura de maneira diferente.

Se você é um entusiasta de cristais, é fundamental conhecer e entender a diferença entre cristais e pedras preciosas. Dessa forma, você não será enganado ao tentar comprar um.

O Que é um Cristal?

Um cristal é um mineral que ocorre naturalmente e que se forma em um padrão geométrico específico.

Cristais tipicamente crescem simetricamente e muitas vezes têm bordas claras e bem definidas.

Eles podem ser formados a partir de qualquer mineral ou elemento, mas os mais comuns são:

Você pode aprender um pouco mais sobre cada um clicando nos nomes.

A forma de um cristal é determinada pela sua estrutura atômica — o arranjo dos átomos dentro do material — e sua estrutura interna de rede (como esses átomos estão dispostos).

Além de serem objetos bonitos com qualidades únicas, os cristais também possuem propriedades curativas devido aos seus padrões de distribuição de energia excepcionais.

A energia proveniente do cristal pode ser influenciada por sua forma, tamanho e orientação.

Por exemplo, a forma de um cristal pode afetar sua interação com campos eletromagnéticos.

O Que é uma Pedra Preciosa?

Citrino

Uma pedra preciosa é um mineral que foi cortado, moldado e polido para uso em joias.

As pedras preciosas são geralmente encontradas na crosta terrestre e em alguns meteoritos.

O termo pedra preciosa vem da palavra grega “gemion”, que significa pedra preciosa ou joia.

Existem dois tipos de pedras preciosas:

  • Cristalinas (transparentes): compostas por pequenos cristais mantidos juntos por redes cristalinas. Isso cria uma estrutura interna dentro de cada pedra que lhe confere características únicas, como dureza, brilho e transparência/translucidez;
  • Não cristalinas (opacas): não contêm estruturas internas. Em vez disso, consistem principalmente de rochas sedimentares com algum minério de metal ou matéria orgânica misturados durante os processos de formação há milhões de anos.

As não cristalinas também são mais duras que os minerais cristalinos porque não possuem camadas protetoras que protejam seus componentes mais macios por dentro!

As pedras preciosas mais comuns são quartzo, diamante e rubi.

O quartzo tem uma dureza de 7 na escala de Mohs (esta é a escala que os cientistas usam para determinar o quão facilmente outro material pode riscar um).

O diamante tem uma dureza de 10 nesta escala, tornando-o um dos minerais mais duros conhecidos pelo homem.

O rubi também é muito duro, com 9 nesta escala – mas, ao contrário dos diamantes, os rubis são feitos principalmente de coríndon, o que significa que têm um nível adicional de durabilidade em comparação com outras pedras preciosas.

Uma Pedra Preciosa é Diferente de um Cristal?

Uma pedra preciosa é qualquer mineral duro que ocorre naturalmente, polido e cortado em uma forma. As pedras preciosas são frequentemente usadas como joias para realçar a beleza, mas também podem ser utilizadas de outras maneiras.

Um cristal é qualquer mineral transparente ou translúcido com uma estrutura ou composição distinta.

Os cristais fazem parte da própria terra — eles se formam quando certos minerais cristalizam no subsolo devido à pressão de outras rochas próximas.

A diferença entre cristais e pedras preciosas reside no tipo de minerais que compõem cada um: enquanto ambos têm muitas formas diferentes, apenas um tipo existe em um determinado momento!

Pedras preciosas e cristais são considerados valiosos e bonitos, mas têm usos diferentes.

7 Diferenças Entre Cristais e Pedras Preciosas

Variedade de cristais

Cristais e pedras preciosas são lindos, mas diferem em suas características básicas. Cristais são mais frequentemente associados à cura do que as gemas.

Suas diferenças começam já na forma como são feitos, pois os cristais são encontrados na natureza, enquanto as pedras preciosas são criadas pela intervenção humana.

Então, vamos discutir as 7 diferenças entre cristais e pedras preciosas que responderão todas as suas perguntas!

1) Forma e Estrutura

Os cristais têm uma forma e estrutura específicas, enquanto as pedras preciosas podem ser moldadas em qualquer forma desejada.

Os cristais geralmente apresentam uma forma específica, conhecida como estrutura “cúbica centrada na face” do cristal.

Isso significa que os átomos no cristal estão organizados de maneira ordenada em torno de seu ponto central, cada pedaço tendo três ligações e dois planos de simetria.

As pedras preciosas podem ser classificadas de acordo com sua composição ou mineralogia — ou seja, como foram formadas a partir de minerais como quartzo ou topázio — mas não pela sua forma ou simetria.

Os cristais crescem em padrões simétricos quando submetidos a forças, enquanto as pedras preciosas são formadas pela pressão que vem de dentro delas mesmas.

2) Criação

Os cristais são formados por processos naturais, enquanto as pedras preciosas são feitas pelo homem.

Os cristais se formam na terra, e as pedras preciosas crescem na terra.

Os cristais são do jeito que vêm naturalmente da natureza. Por outro lado, as gemas precisam ser fabricadas removendo certos tipos de minerais das rochas e depois moldadas.

3) Categoria

Os cristais são categorizados por sua forma e pelo plano geométrico no qual crescem, enquanto as pedras preciosas são classificadas de acordo com sua composição.

A diferença entre as duas categorias é que os cristais têm uma forma específica, enquanto as gemas não.

Os cristais crescem em planos planos (como flocos de neve), enquanto as pedras preciosas tendem a ser formas arredondadas ou espiraladas que podem ser transformadas em formas diferentes, dependendo de como são cortadas ou polidas.

As pedras preciosas tendem a vir de um local específico (como a mineração de turquesa no Arizona), mas os cristais podem vir de qualquer lugar — até mesmo da água!

4) Poderes de Cura

Os cristais são mais frequentemente associados à cura do que as pedras preciosas.

Os cristais têm sido usados para cura desde os tempos antigos e ainda são populares hoje em dia, pois oferecem uma variedade de benefícios para aqueles que buscam melhor saúde ou iluminação espiritual.

Por outro lado, as pedras preciosas não são frequentemente associadas à cura, mas representam riqueza e poder em algumas culturas.

5) Pureza

Os cristais não precisam ser puros, enquanto as pedras preciosas devem ser.

Isso significa que os cristais podem ser compostos de qualquer elemento, enquanto as pedras preciosas são compostas de muitos fatores diferentes.

Essas impurezas podem torná-los menos eficazes do que seus equivalentes.

Um cristal é um mineral ou mineraloide que ocorre naturalmente e que se forma em uma forma geométrica, enquanto as pedras preciosas são pedras fabricadas cortadas ou moldadas em várias formas.

As pedras preciosas também podem conter outros minerais, como prata ou ouro, misturados em sua composição para adicionar valor na hora da venda.

6) Idade

Os cristais são muito mais antigos do que as pedras preciosas. Os cristais podem ter milhões de anos, enquanto as gemas são relativamente jovens.

A diferença entre esses dois tipos de materiais é que você pode ver um cristal em sua mão — é feito de uma coisa (ou muitas coisas) que parece vidro ou quartzo.

Em contraste, uma peça de joalheria feita de metais preciosos como ouro ou prata parecerá mais uma rocha artisticamente moldada.

7) Transparência

Outra diferença é que os cristais geralmente são transparentes ou translúcidos, enquanto as gemas tendem a ser opacas.

Um motivo é que os cristais podem ter ligações minerais fortes, enquanto as pedras preciosas tendem a ser formadas por processos naturais e conter muitos átomos menores.

As Pedras Preciosas São Cristais?

O termo “pedra preciosa” refere-se a vários materiais cristalinos, geralmente pedras preciosas ou semipreciosas, incluindo opalas, diamantes, esmeraldas e safiras.

As pedras preciosas são cristais, mas nem todos os cristais são pedras preciosas.

Alguns outros tipos de minerais também podem ser chamados de “gemas”. A principal diferença entre esses dois tipos é a forma como são cortados e polidos.

Enquanto as gemas tendem a ser cortadas em formas redondas ou outras que refletem a luz em diferentes ângulos (como os diamantes), os espécimes de cristal podem ser facetados se forem usados como cabochões (pequenas peças) para fins de decoração de joias.

As pedras preciosas geralmente são cortadas em facetas que refletem a luz em um arco-íris de cores, enquanto os cristais muitas vezes têm formas naturais.

Conclusão

Cristais e pedras preciosas são duas coisas muito diferentes. Ambos têm características únicas, mas também existem algumas diferenças fundamentais.

Os cristais são mais propensos a serem associados à cura, enquanto as pedras preciosas podem ser usadas como ornamentos de joias.

Além disso, os cristais tendem a se formar ou “crescer” a partir de processos naturais, como fluxos de lava ou depósitos minerais que se cristalizam na água.


Descubra mais sobre Harmonia Cristais

Subscribe to get the latest posts sent to your email.

Jessica Fulgoni

Meu amor por cristais me levou a criar Harmonia Cristais. Aqui eu compartilho todas as minhas experiências, conhecimentos e dicas para obter todos os benefícios espirituais dos cristais.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo

Garanta o Seu Agora!

Baixe o seu Guia de Cristais e Mapa de Chackras

Faça o Download do Guia de Cristais e Mapa de Chackras, com os 25 cristais mais importantes com propriedades e funções de cura. Tenha na palma de sua mão quando quiser ou imprima para estudar.

mockup-1